O Dramaturgo

          Durante seu curso médico, Angelo, junto com seu grande amigo Jota Dangelo, deu vida ao Show Medicina. O espetáculo criado em 1954 existe até hoje. Um espetáculo de humor onde os alunos de medicina satirizavam sua vida universitária, seus professores e a vida do pais. Grandes peças de humor refinado foram construídas naquela época e várias delas estão retratadas no livro “O humor do show medicina”. Angelo dizia que aprendeu tudo de teatro com o amigo Jota Dângelo e sua esposa Mariamelia.

WhatsApp Image 2022-03-03 at 13.29.19.jpeg
WhatsApp Image 2022-03-03 at 13.32.53.jpeg

           A capacidade imaginativa de Angelo nunca parou. Depois de se tornar escritor, teve um primeiro desafio. Transformar seu grande sucesso “O menino e o rio” numa peça de teatro. O sucesso com os livros fez com que muitos foram adaptados por ele mesmo para o teatro, fazendo dele um dos maiores dramaturgos da história de Minas Gerais. Assim, tivemos a transformação em peça de “Chapeuzinho Vermelho e o lobo guara”, “O casamento da ararinha azul”, “A patinha feia” e o “O rei careca”. Várias de suas peças figuraram entre as atrações da Campanha de Popularização de Teatro & Dança de Belo Horizonte. “O casamento da ararinha azul” virou também filme!

          Seu livro para adultos se transformou em sua peça de maior sucesso. “Como sobreviver em recepções e coquetéis com bufê escasso” ficou mais de uma década entrando e saindo de cartaz em Belo Horizonte e já esteve também no Rio. A parceria com o ator Carlos Nunes foi altamente sinérgica.  Cerca de 200 mil pessoas assistiram à peça, considerada um dos maiores sucessos da história do teatro em Minas. Entre seus livros infantis encenados, três foram publicados também como teatro. Outra de suas peças para o público adulto foi a “Comédia dos defuntos sem cova”, que conta a história de um mendigo que morava em uma cova de um cemitério do Bonfim e recebe um amigo mendigo do Rio de Janeiro no feriado de Finados. A peça aborda questões como falta de moradia, desigualdade social e o capitalismo, discutidos com surrealismo numa situação cômica e instigante bem típica de Angelo. Sua alma sempre se inquietou com as iniquidades sociais.

WhatsApp Image 2022-03-03 at 13.31.54.jpeg